close

Comércio online pode favorecer Lojas Renner

Em análise, o Banco Safra destaca boa posição da empresa para crescer com e-commerce e vê um ponto de entrada para as ações

Arara de roupas com pessoas ao fundo m loja da Renner

Safra classifica as ações da Lojas Renner como “compra”, com preço-alvo (potencial) de R$ 51 | Foto: Getty Images

O Banco Safra divulgou nesta sexta-feira, 14, relatório sobre o futuro das ações da Lojas Renner (LREN3).

A companhia revelou na quinta-feira, 13, os resultados financeiros para o primeiro trimestre deste ano.

A varejista de roupas registrou prejuízo líquido de R$ 147,7 milhões, ante lucro de R$ 7,1 milhões no mesmo período de 2020.

Houve queda de 12,7% nas vendas em lojas físicas, que foram parcialmente compensadas pelo comércio online, que apresentou crescimento de 173%.

E são justamente as vendas digitais que o Safra acredita o catalisador para o crescimento da empresa, uma vez que seus ativos vêm sendo corrigidos (leves quedas, mas com tendência de alta no longo prazo).

O banco classifica as ações da Lojas Renner como “compra”, com preço-alvo (potencial) de R$ 51.

Ponto de entrada para as ações

Mesmo preparada para enfrentar as medidas de distanciamento social necessárias para impedir o avanço da pandemia de covid-19, o impacto sobre as vendas da Lojas Renner foi mais forte do que o Safra previu.

As persistentes incertezas com a pandemia podem fazer a empresa “ter que lidar com sobras de estoques mais elevadas”.

Saiba mais

Porém, o Safra vê a companhia em uma boa posição para impulsionar as vendas via comércio eletrônico, aproveitando “concorrência enfraquecida para entregar crescimento orgânico e inorgânico”.

Por isso, a instituição vê o momento de correção no preço das ações da Lojas Renner como oportunidade de entrada (compra), “principalmente se o preço das ações cair abaixo de R$ 40”.

Outros pontos sobre o balanço do primeiro trimestre deste ano da Lojas Renner e as vantagens competitivas, como o seu lado ESG, podem ser conferidos por este link.

Sobre a Lojas Renner

Constituída em 1965, a Lojas Renner S.A. foi a primeira corporação brasileira com 100% das ações negociadas em bolsa.

Está listada no Novo Mercado, grau mais elevado dentre os níveis de governança corporativa da B3.

Seu ecossistema de moda e lifestyle é formado pelas marcas: 

  • Renner, que tem roupas e acessórios em diferentes estilos
  • Camicado, empresa do segmento de casa e decoração
  • Youcom, especializada em moda jovem
  • ASHUA Curve & Plus Size, que oferece roupas nos tamanhos 46 a 54

Atualmente, a Lojas Renner tem mais de 600 lojas em operação, considerando todos os negócios.

Além de estar presente no Brasil com todas as suas marcas, a empresa iniciou seu processo de internacionalização ao inaugurar unidades da Renner no Uruguai, a partir de 2017, e na Argentina em 2019.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio