close

ANÁLISE

logo safra

VALE3

-

Copel anuncia venda de 51% da Copagas

Banco Safra anuncia decisão da Copel como positiva e estima que empresa pode distribuir dividendos adicionais após venda de 51% da Copagas


A Copel anunciou a venda de sua participação de 51% na Compagas pelo valor de R$ 906 milhões a partir de dezembro de 2023, o que corresponde a um valor empresarial de R$ 1,959 bilhões para 100% do ativo, após incluir a dívida líquida relatada de R$ 183 milhões.

O fechamento desta transação anunciada dia 10 de julho está condicionado ao não exercício do direito de primeira recusa pelos atuais acionistas, e o pagamento será feito em parcelas – 40% até o fechamento da transação; 30% até 2025; e 30% até 2026.

Esse desinvestimento faz parte do plano estratégico da Copel de simplificar sua estrutura corporativa e focar em seus principais negócios.

História da Compagas e justificativa para a venda anunciada pela Copel

A Compagas é uma distribuidora de gás que atua no Estado do Paraná com 860km de rede instalada e atende 53 mil consumidores.

Desde sua privatização, a administração da Copel considerava vender sua participação na Compagas, já que a administração a considerava um negócio secundário, cujo controle era compartilhado com outros acionistas.

A Copel detém uma participação de 51% na Compagas e compartilha seu controle com a Commit (participação de 24,5%) e a Mitsui Gás (24,5%), ambas com direito de primeira recusa sobre o ativo.

Avaliação do Banco Safra sobre a Copel

Na avaliação do Banco Safra, a notícia é positiva para a Copel. O banco estima um valor ajustado de R$ 993 milhões, após assumir ajustes monetários de dezembro de 2023 a junho de 2024 e considerar os dividendos distribuídos pela Compagas à Copel no período.

Além disso, o Safra acredita que a empresa pode se beneficiar de créditos fiscais para reduzir os pagamentos de impostos dos ganhos de capital derivados dessa venda.

O valor do capital próprio implícito nesta transação está em linha com o justo valor estimado para a Compagas no modelo do Safra.

Como resultado, o banco estima um EV/RAB de 2,2x e EV/EBITDA de 11,8x para esta transação, que considera múltiplos atraentes.

O banco acredita que a Copel possa distribuir dividendos adicionais após essa venda, o que poderia aumentar o rendimento de dividendos em 2,2%-3,0%, dependendo do imposto efetivamente pago nesta transação.

O Safra continua com avaliação positiva no caso da Copel, pois a empresa atualmente negocia com uma TIR atraente de 10,8% e oferece um perfil de risco relativamente baixo.

Abra sua conta no Banco Safra.


Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra