close

ANÁLISE

logo safra

ITUB4

-

Itaú Unibanco: crescimento é impulsionado por ganhos digitais e operacionais

Resultados expressivos em atacado e adquirência sustentam recomendação de compra; lucratividade da baixa renda exige atenção


O Itaú Unibanco (ITUB4) realizou o Itaú Day para destacar avanços significativos em eficiência operacional e digitalização, além de atualizar números de seus negócios. A empresa reportou resultados expressivos que refletem uma contínua busca pela eficiência. Nos últimos anos, a instituição reduziu seu índice de eficiência para 38,3%.

Principais destaques:
• O Itaú Unibanco está empregando IA para transformar seus processos internos.
• A adoção da tecnologia resultou em ganhos significativos de eficiência, com uma redução de 8 pontos-base para 38,3%.
• O conceito de “Um Itaú” visa integrar serviços e personalizar a experiência do cliente.

A estratégia de unificar os clientes sob um conceito holístico, denominado “Um Itaú”, adicionará 15 milhões de usuários à plataforma unificada, como parte da estratégia de transformação digital, e deverá ser concluída até o fim do ano.

O setor de atacado do Itaú demonstrou teve resultados quadruplicando em 2023 e a lucratividade de segmento de adquirência triplicou. O banco também prevê que poderá dobrar seus resultados em atacado no médio prazo, destacando um mercado potencial de mais de 4 milhões de clientes, dos quais 50% já são clientes do Itaú Unibanco.

O projeto Itaú Emps, um serviço de banco corporativo totalmente digital, opera com mais de 2 mil clientes e espera-se que atinja 500 mil usuários a médio prazo.

Esses índices reforçam o papel do Itaú como líder global no setor bancário digital e reiteram a visão do Safra de compra para as ações, com o banco como top pick entre os bancos e preço-alvo de R$ 39.

Em termos de capital, o Itaú reafirmou seu compromisso de distribuir todo o capital que exceder 12,0% do Capital Equity Tier (CET1) por meio de dividendos. Com o CET1 do banco em 13,0% no primeiro trimestre de 2024, outra distribuição extraordinária de dividendos pode ser anunciada até o final do ano, segundo o CEO Milton Maluhy.

Bons números contrastam com outros segmentos

O Itaú visa melhorar a competitividade em segmentos de baixa e alta renda, adaptando-se às necessidades específicas de cada grupo de clientes. A lucratividade no segmento de baixa renda tem sido um desafio histórico devido aos altos custos de serviço e à necessidade de escala. Contudo, a digitalização e automação oferecem uma nova oportunidade de alterar esse cenário, possibilitando maior eficiência e personalização dos serviços.

Itaú Day teve foco em IA

O evento contou com a presença de executivos como o CEO Milton Maluhy Filho e o CFO Alexsandro Broedel, que enfatizaram a importância da integração das tecnologias de inteligência artificial (IA) em suas operações.

A instituição revelou progressos notáveis em relação à adoção da IA, com a aplicação da GPT-4 e da Gen AI em mais de 250 instâncias. O banco usa essas tecnologias para transformar processos de tomada de decisão e aumentar a eficiência e a agilidade.


Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra