close

ANÁLISE

logo safra

PETR4

-

Raízen reporta volume recorde de cana moída no trimestre

Resultado da prévia operacional da Raízen reflete aumento da produção e resultados dos investimentos realizados na renovação dos canaviais


A Raízen divulgou sua prévia operacional não auditada para o quarto trimestre de 2024 (4T do ano-safra 2023/24), com os números operacionais agroindustriais refletindo a sazonalidade do final da safra.

No entanto, vale destacar que a Raízen reportou o maior volume moído de todos os tempos, de 84,2 milhões de toneladas na safra 2023/24, refletindo não só as tendências de mercado, que destacamos em nosso relatório sobre o 4º levantamento de safra de cana-de-açúcar 2023/24 da Conab, mas também os resultados dos investimentos realizados na renovação dos canaviais.

Nesse trimestre, a produção de E2G refletiu o início da usina Bonfim.

Os volumes de vendas de açúcar superaram nossa previsão em 15%, enquanto os volumes de etanol vendidos ficaram ligeiramente abaixo de nossa estimativa.

Em suma, consideramos a previsão positiva, apoiada pelas fortes vendas de açúcar e pela recuperação dos volumes de etanol, que reduziram os estoques, embora esses fatores devam ser parcialmente compensados por preços realizados mais baixos.

Além disso, nossa posição positiva é sustentada pela rentabilidade da divisão de mobilidade no Brasil, que é esperada em níveis semelhantes aos do 3T24, apesar dos menores volumes.

Abra sua conta no Banco Safra.


Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra