close

Balança comercial registra maior saldo em 33 anos

Dados do Ministério da Economia mostram crescimento nas exportações e importações sobre o mesmo mês de 2020

Vista do porto do Rio de Janeiro

Exportações totalizaram US$ 26,481 bilhões, enquanto as importações chegaram a US$ 16,132 bilhões | Foto: Getty Images

A balança comercial brasileira registrou superávit recorde de US$ 10,349 bilhões (R$ 56,15 bilhões) em abril.

Este é o maior valor para um único mês desde 1989, quando se iniciou a série histórica.

Antes, o recorde positivo havia sido registrado em julho do ano passado, somando US$ 7,6 bilhões (R$ 41,35 bilhões).

De janeiro a abril, a balança comercial acumula crescimento de quase 68% em relação ao mesmo período de 2020, com superávit de US$ 18,257 bilhões (R$ 98,93 bilhões) e aumentos de 26,6% nas exportações e de 14% nas importações.

Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 3, pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia.

Na quinta semana de abril (26 a 30), o saldo comercial foi positivo de US$ 1,767 bilhão (R$ 9,58 bilhões).

Em abril de 2020, o resultado da balança comercial também tinha sido positivo, em US$ 6,163 bilhões (R$ 33,44 bilhões).

Exportações e importações na balança comercial

As exportações brasileiras bateram recorde em abril, ancoradas na venda de produtos como soja e minério de ferro, que tiveram aumento de demanda por países em recuperação econômica.

No mês passado, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) avançou 46,8%.

As exportações totalizaram US$ 26,481 bilhões (R$ 143,50 bilhões), uma alta de 50,5% ante abril de 2020.

Já as importações chegaram a US$ 16,132 bilhões (R$ 87,42 bilhões), um avanço de 46,8% na mesma comparação. (AE)

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio