close

Bolsa fecha em alta de 1,24%, favorecida por bancos e preços atrativos de ações

Ibovespa descola das bolsas mundiais e fecha em alta, com bom desempenho dos papéis do setor financeiro, que têm grande peso no índice

Ibovespa

Dado ruim da inflação puxou Ibovespa para baixo, equanto setor financeiro pesou positivamente | Foto: Getty Images

Em dia de mercados globais mais pessimistas quanto à economia, a Bolsa brasileira, descolou mais uma vez do exterior e fechou em alta. O Ibovespa abriu os negócios em baixa com o mercado refletindo os dados do IPCA anunciados na véspera.

A inflação oficial, medida pelo IPCA, teve alta de 1,06% em abril, após ter alcançado 1,62% em março. Esse foi o maior resultado para o mês de abril desde 1996 (1,26%). O resultado pesou nos negócios nesta quinta-feira.

Saiba mais

No ano, o indicador acumula alta de 4,29% e, nos últimos 12 meses, de 12,13%, acima dos 11,30% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2021, a variação havia sido de 0,31%. 

O humor do mercado virou no final da manhã e o Ibovespa passou a operar em alta. Trajetória que foi sustentada pelos papéis do setor financeiro com os bons resultados reportados pelo Banco do Brasil. Com isso, o índice fechou em alta de 1,24%, aos 105. 687 pontos.

O Itaú subiu 1,58%, Bradesco evoluiu 0,64% e Banco do Brasil avançou 2,54%. Esses são papéis que pesam no Ibovespa.

A Vale, que ontem sustentou a alta do Ibovespa, operou em queda durante toda a sessão. A ação da mineradora caiu 1,31%, assim como as das siderúrgicas – CSN caiu 5,64% e a Usiminas, 1,83%.

“O Banco do Brasil reportou um resultado positivo e anunciou bom pagamento de dividendo”, disse Ramon Coser, especialista da Valor Investimentos. “Isso fez com que os papéis de Itaú e Bradesco também se valorizassem, eles têm grande peso no Ibovespa.”

Segundo ele, ocorreu ainda um movimento de correção, pois, a bolsa vinha de quedas consecutivas e com isso há muitas ações baratas.

Rafael Foscarini, da Belo Investment Reserach, também acredita que a reversão da trajetória na sessão desta quinta-feira ocorreu pelo fato dos investidores estarem mais atentos às oportunidades na bolsa. Para ele, no entanto, ainda não há mudanças expressivas no cenário macroeconômico que possam garantir a trajetória positiva do Ibovespa por mais tempo.

Segundo ele, um fator importante a ser considerado para o desempenho da bolsa é a covid-19 na China, que puxa as ações ligadas às commodities para baixo. Segundo ele, Xangai, que tinha apresentado dois dias sem transmissão comunitária, no terceiro dia identificou pessoas contaminadas. Eram necessários três dias seguidos para sair do lockdown. “No terceiro dia apareceram dois casos e voltaram a estaca zero”.

Foscarini disse, também, que a inflação, tanto aqui quanto nos Estados Unidos, vieram acima do esperado. Segundo ele, o IPCA subiu 1,06%, com consenso em 1,01% em abril. Alimentos pressionaram assim como o preço e combustível também, acrescentou.

“78% dos produtos e serviços subiram de preço, o que mostra que a inflação está bem espalhada nos setores da economia”, disse Foscarini. “Então, mais do que o número acima da previsão do mercado, o mais importante foi a leitura de que a inflação veio disseminada.”

Abra sua conta

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra