close

Brasil é destaque em ranking global de sustentabilidade

Brasil aparece bem posicionado na questão de sustentabilidade e recursos hídricos, mas está em desvantagem em termos de inovação

sustentabilidade

Vista do Parque Ibirapuera, em São Paulo: disponibilidade de recursos hídricos e oferta de alimentos são destaques do brasil em ranking global de crescimento | Foto: Getty Images

A pesquisa “Futuro do Crescimento”, aponta que em termos de qualidade de crescimento, o Brasil segue a tendência da média mundial de crescimento, porém enfrenta problemas em investimentos para inovação, combate às desigualdades econômicas e polarização econômica.

O estudo não traz um ranking dos países estudados, mas separa a pontuação em quatro pilares: Inovação, Inclusão, Sustentabilidade e Resiliência, considerando os crescimentos específicos de cada país. O Brasil obteve pontuações de 41,8 em Inovação, 55,3 em Inclusão, 55 em Sustentabilidade e 52 em Resiliência e foi categorizado no Arquétipo C, que reúne os países com crescimento moderado, mas equilibrado e com desempenho acima da média em sustentabilidade.

Saiba mais

O estudo foi apresentado simultaneamente no painel do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, e pela Fundação Dom Cabral, no Brasil.

Hugo Tadeu, professor e diretor do núcleo de inovação e empreendedorismo da FDC, destaca que países mais pobres são os que mais focam em sustentabilidade, por serem os mais afetados pelas mudanças climáticas.

No caso do Brasil, ele diz que apesar da boa pontuação, a sustentabilidade precisa estar alinhada à inovação. “Não adianta discutir esse tema sem olhar para talento e inovação”, diz.

Ranking de sustentabilidade destaca recursos hídricos e oferta de alimentos no brasil

O Brasil também mostra destaques positivos para disponibilidade de recursos hídricos e a maior concentração de oferta de alimentos, devido à forte produção agrícola do país.

Por outro lado, falta interesse pela agenda de aperfeiçoamento profissional, principalmente por parte das empresas. “É imperativo que as empresas adotem uma agenda para “upskilling” (aperfeiçoamento de competências existentes) e “reskilling” (aquisição de competências totalmente novas) para se adaptarem ao novo ambiente da transformação digital”, diz.

Ainda entre os indicadores de menor pontuação, o Brasil tirou nota zero em iniquidade econômica e polarização política. Além disso, o registro de patentes, com nota 2,4 e patentes verdes, com nota 1,6, continuam abaixo do esperado para um avanço significativo para a inovação. “Isso atesta que não estamos em uma rota de crescimento satisfatório. É preciso qualificar as iniciativas de inovação, de uma forma que seja coerente para o futuro”, analisa Tadeu. (Valor Econômico)

Abra sua conta no Banco Safra.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra