close

Como ajudar a combater a fome na pandemia

Confira algumas das campanhas comandadas por organizações com experiência e resultados efetivos na luta contra a fome no Brasil

Favela brasileira

Organizações sociais se mobilizam para arrecadar fundos e distribuir alimentos para famílias em situação de vulnerabilidade | Foto: Getty Images

O Monitor das Doações, plataforma alimentada pela Associação Brasileira dos Captadores de Recursos (ABCR), estima terem sido destinados R$ 6,5 bilhões doados por empresas e pessoas físicas para o enfrentamento da pandemia e suas consequências, como a fome, desde março de 2020.

Mas a maior fatia das doações ocorreu nos dois primeiros meses da pandemia.

Em junho, as doações caíram para R$ 270 milhões. Em outubro, foram R$ 134 milhões.

Doações de pessoas físicas diminuíram mais

Segundo a associação, o prolongamento da crise sanitária reduziu gradativamente as doações de pessoas físicas.

Mas o número de pessoas enfrentando dificuldades e fome continua crescendo.

Os links abaixo permitem contribuir com as campanhas de doações geridas por organizações com experiência no combate à fome e atendimento a populações em situação de vulnerabilidade.

#AsasDaEmergência

Parceria entre os braços do Greenpeace no Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Acre, o projeto tem possui rede logística com capilaridade para levar doações para comunidades remotas em situação de risco. doe.greenpeace.org.br/guardiões-da-amazonia

Banco de Alimentos

O Banco de Alimentos é uma ONG que combate a fome há mais de 20 anos, realizando o que ficou conhecido como “colheita urbana”, que é a redistribuição de alimentos que perderam o valor de mercado. Só no ano passado, a organização entregou mais de 200 mil cestas básicas e 25 mil cartões vale alimentação. bancodealimentos.org.br/doe

Chega de Fome

A Gastromotiva já distribuía marmitas preparadas em cozinhas solidárias a partir de doações antes da pandemia. Com a crise, as doações diminuíram mais de 50%. A ONG recebe alimentos e contribuições financeiras de qualquer tamanho. bit.ly/doechegadefome

Mães da Favela

Programa da Central Única das Favelas (CUFA), a ação entregou 1,3 milhão de cestas básicas entregues para mulheres de 5 mil comunidades em 2020 e não quer diminuir as metas no momento mais agudo da crise. maesdafavela.com.br

Corona no Paredão – Fome Não

A campanha do Gerando Falcões quer levar alimentos a comunidades de São Paulo, Ceará, Espírito Santo e Minas Gerais. A meta é distribuir seis cestas básicas digitais para as famílias atendidas, chegando a 500 mil no total. gerandofalcoes.com/coronanoparedao

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio