close

Governo estuda ações para acelerar entrada de receitas e manter déficit zero

As ações buscam acelerar a entrada de receitas e corte de gastos por meio da identificação de fraudes com foco no INSS; confira os destaques do dia

O Ibovespa apresentou queda de -0,36% no último pregão, cotado a 128.502,66 pontos

Governo estuda plano de curto prazo para manter déficit zero e reduzir a necessidade de bloqueio do orçamento. As ações buscam acelerar a entrada de receitas e corte de gastos por meio da identificação de fraudes com foco no INSS.

Análise Técnica:

O Ibovespa apresentou queda de -0,36% no último pregão, cotado a 128.502,66 pontos. O ativo está em tendência de baixa no médio prazo e neutra no curto. Na alta, o ativo possui primeira resistência em 130.200 pontos e a segunda em 135.000 pontos. Do lado da baixa, o primeiro suporte se encontra na região de 125.500. O próximo fica na faixa de 122.500 pontos.

Saiba mais:

O Dólar Futuro apresentou alta de +0,65% no último pregão, cotado a 4.954 pontos. O ativo se encontra em tendência neutra no médio e no curto prazo. Do lado da baixa, o primeiro suporte fica na região de 4.825 pontos. Se perder esse patamar, poderá alcançar o suporte seguinte em 4.745. Já do lado da alta, a primeira resistência do contrato fica na região de 5.000 e a segunda em 5.110.

Exterior:

Bolsas na Europa em alta e futuros nos EUA próximos da estabilidade. Agenda do dia conta com divulgação dado de emprego JOLTS e confiança do consumidor nos EUA ao final da manhã e na parte da noite sairão dados de atividade na indústria e no setor de serviços na China. Após o fechamento serão anunciados balanços da Microsoft e Google.

Doméstico:

Agenda conta com IGPM de janeiro e a expectativa é de uma expansão de 0,2% na comparação mensal. Às 14:30h será divulgado dado do mercado de trabalho com estimativa de -370 mil vagas formais em dezembro.

Commodities:

Petróleo opera perto da estabilidade (USD82,4/b; -0,04%)
Minério de ferro registra baixa após ordem de liquidação da incorporadora Evergrande aumentar a incerteza sobre o mercado imobiliário chinês (USD132,8/t; -1,98%)

Empresas:

Vale: Santander reiniciou a cobertura de Vale com recomendação outperform / Conselho da Vale discute sucessão na sexta.
Energisa: Preço de ação em oferta sai a R$ 9,96, levanta R$ 2,49 bilhões.
Aéreas: Governo estuda ajuda da Petrobras para aéreas e convoca reunião no Planalto.
Gol: B3 informa que excluirá as ações da Gol, negociadas sob o ticker GOLL4, de todos os seus índices.

Agenda do Dia:

08:00 – Brasil – IGP-M/Janeiro
12:00 – EUA – Confiança do consumidor/Janeiro
22:30 – China – PMI Manufatura/Janeiro
22:30 – China – PMI Não manufatura/Janeiro

Fechamento dia anterior

Ibovespa: 128.503 (-0,36%)
S&P: 4.928 (+0,76%)
Dólar Futuro: R$4,95 (+0,65%)

Atualizações Safra:

Petrobras: Acréscimo saudável de reservas, refletindo a boa qualidade dos ativos da empresa

A Petrobras divulgou suas estimativas de reservas provadas de petróleo e gás natural. No ano fiscal de 2023, as reservas provadas da Petrobras eram de 10,9 bilhões de boe, dos quais 9,2 bilhões de boe (84%) de petróleo e condensado e 1,7 bilhão de boe (16%) de gás natural. Esse total é o resultado dos seguintes fatores:

  • (i) adições de reservas de 1,5 bilhão de boe,
  • (ii) produção de 0,9 bilhão de boe em 2023, e
  • (iii) uma redução de 0,2 bilhão de boe devido a desinvestimentos de ativos.

Vale: Sólidos preços realizados e embarques no 4T23

Não vemos razão para revisar nossa previsão de EBITDA de ~US$ 6,5 bilhões para o 4T23, que está 1% acima do consenso da Visible Alpha de US$ 6,4 bilhões. Acreditamos que os preços realizados de minério de ferro ligeiramente abaixo de nossas estimativas poderiam ser compensados por embarques e preços mais altos do que o esperado para o níquel e o cobre. A Vale cumpriu seu guidance de produção anual em todos os segmentos. A produção de minério de ferro atingiu 321mt em 2023, acima do guidance de ~315mt. A produção de níquel atingiu 165kt, em linha com a projeção. A produção de cobre atingiu 327kt, um pouco acima do estimado de 325kt. Por fim, a produção de pelotas e briquetes atingiu 36,5 milhões de toneladas, aproximadamente em linha com o guidance de ~37 milhões de toneladas.

Alimentos e Bebidas – Secex: Quarta semana de janeiro – O volume melhorou, mas permaneceu menor no comparativo mensal
Os volumes e preços melhoraram sequencialmente para a carne bovina e de aves. A Secretaria de Comércio Exterior do Brasil (Secex) divulgou os dados preliminares de exportação para a quarta semana de janeiro. Os volumes de exportação de proteínas se recuperaram sequencialmente, com uma ligeira melhora nos preços da carne bovina e de aves. As exportações de proteínas melhoraram sequencialmente após volumes muito fracos nas duas últimas semanas, mas os níveis acumulados no mês permaneceram em uma tendência de queda devido à sazonalidade. No futuro, esperamos que os volumes melhorem gradualmente, já que a demanda global continua sólida.

Abra sua conta no Banco Safra.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra