close

Ilustração de Tintin é vendida por R$ 20 milhões

Desenho do álbum ‘O Lótus Azul’, do francês Hergé, foi comprado por preço recorde em leilão da galeria Artcurial, em Paris

Técnica usada no desenho de 1936 mistura guache e aquarela com tinta chinesa / Reprodução

Um desenho de Hergé (1907-1983) para a capa do álbum O Lótus Azul, de Tintin, foi vendido em leilão em Paris por mais de 3,1 milhões de euros, o equivalente a quase R$ 20 milhões. Trata-se de um novo recorde no mundo das histórias em quadrinhos.

O leilão foi promovido pela galeria francesa Artcurial. O comprador foi um colecionador particular não identificado, que pagou exatamente 3.175.400 euros pelo desenho original do artista.

A capa do álbum do personagem mistura técnicas de aquarela e guache com tinta chinesa e foi criada em 1936.

Desenho não chegou a ser publicado por causa do custo de reprodução

Em 2014, a mesma galeria leiloou a página dupla do ilustrador belga por 2,5 milhões milhões de euros, ou quase R$ 16 milhões.

No desenho vendido esta semana o simpático personagem Tintin e seu cão Milu estão em um vaso chinês azul e um enorme dragão de boca aberta ameaça a dupla.

O desenho acabou não sendo a capa do quinto álbum das aventuras do famoso repórter, porque sua reprodução era muito cara. A editora Casterman optou por um desenho simplificado.

O desenho de 34 centímetros de altura e largura foi apresentado pela primeira vez ao mercado de artes neste leilão.

Segundo a galeria Artcurial, Hergé teria dado a obra ao filho do editor Louis Casterman, Jean-Paul, quando ele tinha 7 anos.

O menino teria dobrado a página em seis e a mantido em uma gaveta, de onde foi recuperada décadas depois. Especialistas não acreditam muito nessa história, mas isso não impediu o valor recorde de venda.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra