close

Inteligência artificial ganha força com a pandemia

Pesquisa mostra que empresas de todo o mundo estão implementando mais a tecnologia para tomadas de decisão

Mãos de robô com inteligência artificial e humano cumprimentando com soquinho

Segundo estudo da PwC, 94% das empresas adotaram ou planejam implementar a inteligência artificial no dia a dia | Foto: Getty Images

Uma pesquisa da PwC executivos de todo o mundo mostra que a pandemia de covid-19 impulsionou o uso da inteligência artificial (IA) nos negócios.

A consultoria entrevistou 900 lideranças de diversos setores como serviços financeiros, saúde, varejo, telecomunicações, turismo e lazer. A amostra também engloba profissionais líderes de funções como atendimento ao cliente, recursos humanos, tecnologia da informação, entre outros.

A inteligência artificial consiste no desenvolvimento de programas de computador que podem aprender a raciocinar, planejar e agir quando alimentado por dados, uma das capacidades da mente humana.

O aprendizado de uma máquina é realizado por meio de algoritmos e traz um enorme potencial para a criação de produtos e serviços relevantes.

Essa inovação, aliás, é considerada uma das oito essenciais para o futuro dos negócios pela própria PwC.

Tendências

Segundo o estudo, 94% das lideranças adotaram ou planejam implementar a inteligência artificial em seu dia a dia.

Desse total, o percentual de companhias que efetivamente lançaram mão dessa tecnologia é de 70%. Em 2016, a taxa era de 62%.

O país-modelo de implementação dessa inovação nos negócios é a Índia, onde 45% das empresas aumentaram o uso em suas operações.

Já o otimismo com relação ao futuro da inteligência artificial nos negócios deu um grande salto, segundo a PwC.

Ao todo, 92% dos entrevistados disseram estar otimistas com a IA, ante 72% em 2019.

Inteligência artificial nos negócios

O reporte destrincha a amostra indiana para apontar dois temas dentro dos negócios onde mais tem sido trabalhada a inteligência artificial.

O primeiro é a transformação em atividades de natureza front office. Dos cinco principais casos de uso de IA, quatro são em operações relacionadas a atendimento ao cliente, personalização, produtividade da equipe de vendas e experiência do usuário.

O atendimento de humano para humano foi afetado de forma severa pela pandemia, o que levou a um aumento do interesse na tecnologia para atender às necessidades dos clientes.

IA para tomadas de decisão

O segundo tema é a automação. Quase 45% das empresas consultadas pela PwC na Índia passaram a utilizar IA para tomadas de decisão.

Essas decisões são realizadas tendo como base de sustentação a confiança nos cálculos dos algoritmos.

Entretanto, o estudo alerta que a dispensa de força de trabalho devido à implementação de IA pode gerar apenas ganhos de curto prazo. Por isso, a política deve ser revista constantemente para que não se torne insustentável.

O estudo da PwC sobre inteligência artificial pode ser lido na íntegra pelo site da consultoria.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio