close

Motos elétricas ganham espaço com apelo ecológico

Marcas investem em modelos para todas as faixas de consumo, mas custo e autonomia ainda são maiores barreiras

Foto da primeira motocicleta Harley-Davidson com motor elétrico

Primeira Harley-Davison elétrica: preço alto e motor silencioso / Foto: Divulgação

O mercado de motocicletas e scooters elétricas vem crescendo mundialmente e também no Brasil como alternativas eficientes com baixo impacto ambiental.

Existem diversos modelos importados de motocicletas elétricas sendo vendidos no Brasil por preços a partir de R$ 9 mil.

O segmento de veículos elétricos de duas rodas já movimenta mais de U$ 30 bi por ano, segundo a empresa de pesquisa Global Market Insights.

A empresa aposta em expansão de mais de 4% ao ano nos próximos anos, chegando a US$ 40 bilhões em 2026.

Vantagens

Os principais fatores de propulsão do mercado de motos elétricas são as preocupações crescentes com as emissões de poluentes, a conscientização dos consumidores sobre a poluição e o aumento dos incentivos governamentais, tendo em vista as preocupações com as mudanças climáticas.

Alguns estados brasileiros oferecem isenção total ou parcial de IPVA, por exemplo.

As motocicletas elétricas ainda são caras e oferecem desempenho fraco em relação às demais, mas isso está mudando.

Os custos da bateria de lítio caíram 85% na última década, movidos a álcool ou gasolina. A melhoria da eficiência das baterias é o fator chave que vem permitindo o avanço no segmento.

Harley-Davidson elétrica

A Harley-Davidson, maior e mais antiga fabricante de motocicletas dos EUA, apresentou aos seus consumidores o modelo elétrico LiveWire, com 105 cavalos de potência e aceleração de até 100 km/h em 3,1 segundos.

O modelo custa US$ 30.000, ou cerca de R$ 160 mil, o que reduz bastante o potencial de vendas.

Analistas de mercado acreditam que os modelos elétricos serão importantes para a marca, na medida em que os custos de produção – especialmente das baterias – permitirem preços mais competitivos.

Isso apesar da versão elétrica ter motor silencioso, sem o ronco característico que fez a fama das motocicletas mais cobiçadas do mercado.

Enquanto busca aperfeiçoar a versão de motocicleta elétrica, a Harley se prepara para entrar também no mercado de bicicletas elétricas. O protótipo da primeira bicicleta elétrica Harley-Davidson foi apresentado no fim de 2020 e será lançado em 2021.

O modelo tem corpo reto, rodas brancas e detalhes de acabamento marrom. O design da bike é uma homenagem à primeira motocicleta da Harley-Davidson lançada em 1903.

Confira as alternativas de financiamentos para veículos do Safra.

Default CTA Default CTA

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra