close

Elon Musk suspende acordo de compra do Twitter e derruba ações

Bilionário diz que acordo de compra do Twitter está temporariamente suspenso e quer rediscutir o total de contas, excluindo as falsas e de spam

elon musk

Segundo Elon Musk, o valor proposto pelas ações do Twitter representa um prêmio de 54% ante o fechamento do dia 3 de abril | Foto: Divulgação

O bilionário Elon Musk, CEO da Tesla, disse nesta sexta-feira, 13, que o acordo de compra do Twitter está “temporariamente suspenso”, levando a ação da empresa de mídia social a despencar nos negócios do pré-mercado em Nova York. Por volta das 14 horas a ação caia 8,96%.

“O acordo do Twitter está temporariamente suspenso, à espera de detalhes que sustentem o cálculo de que contas falsas e de spam representam de fato menos de 5% dos usuários”, afirmou Musk, em sua conta oficial no Twitter. Mais tarde acrescentou também no Twitter: “Ainda estou comprometido com a aquisição”.

Mais sobre créditos de carbono

No mês passado, Musk fechou um acordo para adquirir o Twitter, numa transação avaliada em US$ 44 bilhões. Às 7h18 (de Brasília), a ação do Twitter sofria um tombo de 17,9% no pré-mercado.

Há uma semana, dezenove investidores se comprometeram a levantar US$ 7,14 bilhões em financiamento para a compra do Twitter pelo CEO da Tesla, Elon Musk.

Entre os principais investidores, estava o príncipe al-Waleed bin Talal da Arábia Saudita, que concordou em manter sua participação de quase US$ 1,9 bilhão no Twitter após a aquisição de Musk, segundo divulgação.

O empréstimo levantado cortou pela metade a soma que Musk precisaria pegar emprestado em contrapartida à parte de suas ações da Tesla, e vai reduzir um pouco a quantia que ele deverá colocar pessoalmente, para cerca de US$ 20 bilhões.

O cofundador do Oracle, Larry Ellison, que tem posição no Conselho da Tesla, se comprometeu a investir US$ 1 bilhão, enquanto a Binance, bolsa de criptomoedas controlada pelo bilionário Changpeng Zhao, prometeu US$ 500 milhões em financiamento.

Outros contribuintes incluem US$ 850 milhões da Sequoia Capital. Os braços dos gestores de ativos Fidelity Investments e Brookfield Asset Management Inc. também participarão. (AE)

Abra sua conta

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra