close

Pandemia persiste entre os não vacinados, diz Biden

Ao completar seis meses de governo, Joe Biden reitera importância das vacinas, única arma para vencer a pandemia

Biden discursa

A grande maioria dos novos casos e óbitos pela doença vem ocorrendo entre os que não foram imunizados, diz Biden | Divulgação

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou que o país sofre uma pandemia entre aqueles que não se vacinaram contra a covid-19. Segundo ele, a grande maioria dos novos casos e óbitos pela doença vem ocorrendo entre os que não foram imunizados.

“Se você for vacinado, não será hospitalizado e nem morrerá”, afirmou o democrata, defendendo a aplicação de vacinas e lembrando que os imunizantes são eficazes, incluindo para a variante delta do coronavírus.

As declarações foram feitas em evento Town Hall da CNN sobre os seis primeiros meses de mandato de Biden. Em Cincinnati, no Estado de Ohio, o presidente disse que não atacou o Facebook ao dizer que a desinformação sobre vacinas estava matando pessoas, mas sim os indivíduos responsáveis por tirar a credibilidade dos imunizantes nas redes sociais.

Para conter pandemia, EUA vão vacinar menores de 12 anos

Sobre os questionamentos acerca da velocidade na qual as vacinas foram desenvolvidas, o presidente afirmou que há duas décadas há pesquisas na área, e que o tema não deveria gerar preocupação.

Ainda sem autorização para serem vacinadas, as pessoas menores de 12 anos deverão usar máscara no retorno às escolas, segundo Biden.

No entanto, o presidente acredita que em breve tais idades poderão ser imunizadas, questão que ainda está pendente em virtude de procedimentos científicos. (AE)

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Para investir sério conte com especialistas