close

Petrobras vai investir US$ 100 bilhões em exploração e produção offshore

Em entrevista ao Financial times, presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, fala sobre os planos da estatal; confira os destaques do dia

offshore petroleo

statal planeja investimentos de mais de US$ 100 bilhões na exploração e produção offshore | Foto: Getty Images

O presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, disse que a estatal planeja investimentos de mais de US$ 100 bilhões na exploração e produção offshore. Ele concedeu entrevista ao Financial Times. A Petrobras assinou acordo com ANP para pagar R$ 832,4 mi e encerrar processo judicial.

Análise Técnica:

O Ibovespa apresentou alta de +2,21% no último pregão, cotado a 130.416,31 pontos. O ativo está em tendência neutra no médio e no curto prazo. Na alta, o ativo possui primeira resistência em 130.500 pontos e a segunda em 135.000 pontos. Do lado da baixa, o primeiro suporte se encontra na região de 125.500. O próximo fica na faixa de 122.500 pontos.

O Dólar Futuro apresentou queda de -0,47% no último pregão, cotado a 4.973,50 pontos. O ativo se encontra em tendência neutra no médio e no curto prazo. Do lado da baixa, o primeiro suporte fica na região de 4.845 pontos. Se perder esse patamar, poderá alcançar o suporte seguinte em 4.705. Já do lado da alta, a primeira resistência do contrato fica na região de 5.020 e a segunda em 5.130.

Exterior:

Mercados na Europa e futuros nos EUA mistos agora pela manhã. Agenda do dia conta com anúncio de balança comercial nos EUA, que deve mostrar um déficit de 62 bilhões em dezembro, assim como dados de inflação ao produtor e ao consumidor na china, com expectativa de deflação de 2,6% e 0,5%, respectivamente. Falas de dirigentes do Fed também complementarão a agenda.

Doméstico:

Roberto Campos Neto fará palestra às 10h após divulgação de ata do Copom que não trouxe grandes novidades quanto aos próximos passos para os juros. Vendas no varejo referentes a dezembro serão divulgadas no início da manhã e a expectativa de consenso de mercado aponta para uma alta de 3% na comparação anual.

Commodities:

Petróleo apresenta alta (USD79,1/b; +0,66%)
Minério de ferro registra leve alta (USD125,1/t; +0,1%)

Fechamento dia anterior

Ibovespa: 130.416 (+2,21%)
S&P: 4.954 (+0,23%)
Dólar Futuro: R$4,97 (-0,47%)

Empresas:

Bradesco: Banco apresenta nesta quarta-feira ao mercado um novo plano estratégico e uma reformulação de sua estrutura de comando, que deve se tornar mais leve e com menos níveis hierárquicos, diz o Valor, sem revelar como obteve a informação

Agenda do Dia:

09:00 – Brasil – Vendas no varejo/Dezembro
10:30 – EUA – Balança comercial/Dezembro
15:00 – Brasil – Balança comercial/Janeiro
22:30 – China – PPI/Janeiro
22:30 – China – CPI/Janeiro
Balanços: Inter & Co, Klabin, Alpargatas, Auren, BrasilAgro, Neoenergia, Totvs

Atualizações Safra:

Distribuidoras de combustíveis – prévia do 4T23: As margens ainda devem ser saudáveis, embora não tão fortes quanto no terceiro trimestre

Esperamos uma queda sequencial nos resultados das distribuidoras de combustíveis no 4T23 em relação a um forte 3T, principalmente devido a perdas de estoque decorrentes da redução do preço do diesel e dos preços deprimidos do etanol. Embora as condições de mercado tenham sido favoráveis para a importação de combustíveis durante parte do trimestre e tenham levado a um mercado bem abastecido, os participantes do mercado apresentaram um comportamento competitivo racional. Como resultado, embora abaixo dos níveis excepcionalmente altos do terceiro trimestre, as margens unitárias devem chegar a níveis saudáveis. Esperamos que a Ipiranga apresente a maior margem EBITDA unitária (R$164/m3) no segmento de distribuição, seguida pela Raízen e Vibra (ambas a R$160/m3). Espera-se que a divisão de Açúcar e Renováveis da Raízen apresente resultados pouco inspiradores, devido a uma combinação de volumes menores e um ambiente de preços ainda desafiador para o etanol.

Utilidades básicas: Prévia do 4T23 – Esperamos bons resultados; volumes fortes, recuperação de preços e dividendos

Prévia do 4T23: Outro trimestre forte. Neste relatório, apresentamos nossa previsão de lucros para nossa cobertura de Serviços Públicos. Esperamos um bom trimestre para a maioria das empresas: (i) a Distribuidoras devem se beneficiar de fortes volumes de vendas, impulsionados por temperaturas mais altas causadas por um forte El Niño; (ii) as margens em Geração devem se beneficiar do início de novos projetos, um déficit hídrico relativamente menor e um aumento nos preços da energia também devido às altas temperaturas. Esperamos impacto limitado nas usinas eólicas; (iii) as transmissoras também incorporarão os resultados de novos projetos, mas algumas unidades devem ser impactadas negativamente pelo índice de inflação do IGPM. Nossos destaques positivos são a Copel e a Energisa, enquanto os destaques negativos devem ser a transmissão. Em relação à distribuição de dividendos, esperamos que os maiores yields no trimestre venham da Eletrobras (3,8%), Engie Brasil (3,2%) e CPFL (3,0%).

TIM Brasil: Resultados do 4T23 – Resultados em linha; visão positiva do guidance

A TIM Brasil reportou resultados em linha, com bom desempenho no pós-pago, mas margens ajustadas ligeiramente abaixo de nossas expectativas. A empresa também divulgou seu guidance para 2024 e para o período de 2024-26. Estimamos uma melhora na margem para 2024 e um crescimento maior no médio prazo.

Log CP: resultados do 4T23 – métricas operacionais impressionantes, um pouco compensadas por um resultado mais suave

A Log CP apresentou um resultado neutro no 4T23. Por um lado, a empresa apresentou mais uma vez métricas operacionais impressionantes, com o retorno sobre o custo (YoC) acima do esperado em novas entregas potencialmente impulsionando a margem bruta em vendas futuras. Por outro lado, a redução da receita por conta das vendas recentes, juntamente com uma carga financeira ainda alta, levou a um FFO suave de R$15 milhões.

Abra sua conta no Banco Safra.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra