close

Pfizer tem lucro 45% maior no trimestre com vacinas

Uma das principais fabricantes mundiais de vacinas, farmacêutica teve lucro de US$ 4,877 bilhões no primeiro trimestre de 2021

sede da pfizer

Receita com vacinas triplicou no trimestre, chegando a US$ 4,89 bilhões, informou a empresa | Foto: Getty Images

A farmacêutica americana Pfizer, uma das principais fornecedoras mundiais de vacina contra a covid-19, teve lucro líquido de US$ 4,877 bilhões no primeiro trimestre de 2021, equivalente a US$ 0,86 por ação, segundo balanço divulgado nesta terça-feira.

O resultado é 45% maior do que o ganho de US$ 3,355 bilhões (US$ 0,60 por ação) apurado em igual período do ano passado.

Com ajustes, o lucro por ação entre janeiro e março foi de US$ 0,93, bem acima da previsão de analistas consultados pela FactSet, de US$ 0,77.

Receita com vacinas triplicou

Na mesma comparação, a receita da Pfizer igualmente cresceu 45% no primeiro trimestre, a US$ 14,58 bilhões, também ficando bem acima do consenso da FactSet, de US$ 13,54 bilhões. Apenas a receita com vacinas triplicou, a US$ 4,89 bilhões.

Para 2021, a Pfizer elevou sua previsão de lucro ajustado por ação, para uma faixa de US$ 3,55 a US$ 3,65, assim como sua projeção de receita, para o intervalo de US$ 70,5 bilhões a US$ 72,5 bilhões.

Farmacêutica eleva previsão de receita

A Pfizer elevou a previsão da receita que espera obter este ano com vacinas contra a covid-19, para US$ 26 bilhões. Em fevereiro, a projeção era de US$ 15 bilhões.

O novo número reflete a expectativa de entregar 1,6 bilhão de doses do imunizante em 2021, com base em contratos assinados até meados de abril.

A Pfizer, que desenvolveu a vacina em parceria com a alemã BioNTech, espera ter capacidade de produzir 3 bilhões de doses do imunizante em 2022. (AE)

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio