close

Com vacinação avançada, Portugal põe fim ao uso obrigatório de máscaras

Cerca de 80% da população está com o esquema vacinal contra a covid-19 completo. Uso, porém, é recomendado em aglomerações

Casal de turistas tirando selfie na cidade do Porto, em Portugal, sem máscaras e sorrindo

Portugal, com 10 milhões de habitantes, somou pouco mais de 1 milhão de casos positivos e 17.866 mortes por covid-19 desde o início da pandemia | Foto: Getty Images

Os cidadãos de Portugal, enfim, não são mais obrigados a usar máscara nas ruas devido à pandemia de covid-19.

O fim da obrigatoriedade do uso do material de proteção se encerrou na segunda-feira, 13.

Nesse sentido, Portugal avança com firmeza na vacinação contra a doença.

O país tem cerca de 80% da população com a vacinação completa e mais de 85% vacinados com pelo menos uma dose.

Isso foi o principal argumento do governo português para livrar a população das máscaras, cujo uso obrigatório vigorava desde outubro de 2020.

Autoridades, porém, recomendam o uso de máscara em caso de aglomerações.

Portugal, com 10 milhões de habitantes, somou pouco mais de 1 milhão de casos positivos e 17.866 mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

Recentemente, outros países europeus, como Reino Unido e França também relaxaram o uso de máscaras por parte de seus cidadãos.

Na contramão, os Estados Unidos retomaram o uso do item em certas partes do país devido ao avanço da variante Delta do coronavírus. (Com AE)

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra