close

Rumo se posiciona para a expansão do agronegócio

Empresa de logística do Grupo Cosan antecipou R$ 5 bilhões em outorgas de concessões em 2020 e planeja expansão na malha

Composição da Rumo Logística, maior operadora ferroviária do Brasil

Composição da Rumo Logística, maior operadora ferroviária do Brasil / Foto: Divulgação

Para acompanhar a expansão do agronegócio brasileiro, a Rumo Logística, do Grupo Cosan, inicia o ano de 2021 preparada para ampliar sua rede de trilhos e consolidar sua posição de maior operadora de malhas ferroviárias do país.

Tendo o setor agropecuário como seu principal cliente, a empresa aposta na expansão da produção apoiada na elevada disponibilidade de terras e no aumento da eficiência nos processos operacionais com o uso de tecnologia. 

A empresa aponta como vantagem competitiva o fato de o modal ferroviário representar uma opção mais sustentável no transporte de cargas a longas distâncias.

Isso em vista da valorização das questões ligadas à sustentabilidade ambiental, social e de governança (Esg, na sigla em inglês).

Uma composição com 100 vagões emite 15,82 gramas de CO2 por tonelada/quilômetro útil (TKU), enquanto um caminhão emite 100 gramas. Por essa conta, a Rumo estima que a viagem de um trem retira 357 caminhões das estradas, ajudando a melhorar a qualidade do ar.

Tendo em vista os diversos projetos ferroviários a serem leiloados nos próximos anos, a Safra Corretora projeta boas perspectivas para o mercado de atuação da Rumo.

Malha ferroviária paulista

Entre as conquistas da Rumo está a renovação da concessão do trecho operado no estado de São Paulo. A malha deve receber investimentos da ordem de R$ 6 bilhões até 2058, quando se encerra a vigência da concessão.

O contrato venceria em 2028, mas recebeu um aditivo em maio do ano passado, com aval da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A Malha Paulista é, juntamente com a Malha Norte, um importante corredor de escoamento da produção agrícola. As duas linhas ferroviárias conectam a região Centro-Oeste ao Porto de Santos – o maior da América Latina.

De acordo com o governo de São Paulo, a maior parte das obras de modernização previstas na concessão da Malha Paulista serão realizadas dentro dos próximos seis anos.

A expansão de capacidade da ferrovia passará de 35 milhões para 75 milhões de toneladas por ano. Atualmente, a linha conecta a cidade de Rubinéia, às margens do Rio Paraná, até a Baixada Santista.

Os investimentos da Rumo em São Paulo vão atender ao todo 72 municípios. Em 32 cidades haverá eliminação dos conflitos entre ferrovias e zonas urbanas, quando a linha férrea corta áreas habitadas e movimentadas.

A administração estadual paulista estima que serão gerados 134 mil empregos diretos e indiretos ao longo da concessão da malha ferroviária.

Malha ferroviária norte

Integrada à operação paulista, a Malha Norte corta os estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Hoje, a linha vai até Rondonópolis (MT). A ideia da Rumo é levar os trilhos até Lucas do Rio Verde (MT).

Por enquanto, a Rumo deu entrada apenas ao pedido de licença ambiental do projeto. Um terreno em Lucas do Rio Verde foi adquirido para as futuras instalações de um terminal.

Caso o projeto seja aprovado pelo governo federal e órgãos reguladores, a o time da Safra Corretora projeta valorização da empresa de R$ 1,50 por ação.

Ferrovia Norte-Sul

Por fim, a Rumo deve iniciar a operação do tramo central da Ferrovia Norte-Sul até junho deste ano.

Com 1.537 km de extensão, a linha batizada de Rumo Malha Central liga os municípios de Porto Nacional (TO) e Estrela d’Oeste (SP). A concessão do trecho foi conquistada em março de 2019.

Uma vez que entre em atividade, os especialistas da Safra Corretora estimam que deva ser transportado pela Malha Central um volume de 13 milhões de toneladas de produtos, até 2028.

A análise de ações sobre a Rumo e outras companhias elaboradas pelos especialistas da Safra Corretora está disponível na Central de Conteúdo do Banco Safra.

Assine o Safra Report, nossa newsletter mensal

Receba gratuitamente em seu email as informações mais relevantes para ajudar a construir seu patrimônio

Invista com os especialistas do Safra